Governador João Azevêdo e assessor já gastaram mais de R$ 77 mil com diárias, até mesmo em viagens com agenda política

  João sinaliza novas flexibilizações de medidas contra Covid-19 no próximo  decreto, na PB | Paraíba JáUma matéria a nível nacional nesta semana, da Revista Veja, na sua Coluna Radar, trouxe à tona o debate sobre os gastos excessivos, e às vezes até abusivos, de gestores públicos com as diárias, pagas pelos cofres públicos aos mandatários. A matéria traz que, em Brasília, no dia 23.03.2022, para se filiar ao PSB, o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, ganhou R$ 2.450 em duas diárias e meia para ficar na cidade entre a terça e a quinta-feira.

Sobre esse tema, o portal pesquisou os gastos do companheiro de partido de Carlos Brandão, o governador paraibano João Azevêdo, e notou que, desde que assumiu, o gestor já torrou uma significativa quantia deste privilégio e que tal conduta contradiz com o que o gestor paraibano prometia em 2019, quando dizia que ia endurecer as regras para diárias e outros “benefícios” a que os gestores teriam direito.

A reportagem de Veja, que pode ser vista no link (https://veja.abril.com.br/coluna/radar/vice-governador-do-ma-ganha-diarias-para-se-filiar-ao-psb-em-brasilia/) destaca que o pagamento consta no Portal da Transparência do Governo do Maranhão e já virou munição para os adversários de Brandão nas eleições deste ano. Ele é apoiado pelo governador Flávio Dino, que também estava presente na cerimônia e é do PSB. A solenidade foi marcada, principalmente, pela filiação do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, que, ao que tudo indica, será o vice na chapa de Lula para o Palácio do Planalto.

A solenidade contou com a participação do governador paraibano e de seu Chefe de Gabinete, Ronaldo Guerra, neste referido dia 23.03.2022. Para estarem presentes num evento estritamente político, ambos também receberam diárias, que totalizam R$ 2.550. No portal da Transparência PB (https://transparencia.pb.gov.br/despesas/consultas-especificas/diarias) consta que o gestor estadual e seu auxiliar também tinham outra agenda na capital do Brasil.

Mas um dado curioso é que, observando desde que assumiu o Governo da Paraíba, de janeiro de 2019 até o dia 23.03.2022, João Azevêdo e seu Chefe de Gabinete Ronaldo Guerra já embolsaram em diárias exatos R$ 77.709,50. Somente em 2019, João e Ronaldo receberam dos cofres públicos em diárias. exatos: R$ 42.407,00. Confira nos anexos as tabelas das diárias gastas pelos agentes públicos paraibanos.

Em 08 de novembro de 2019, João Azevêdo, em entrevista à imprensa. prometia endurecer as regras para gastos com diárias, fruto do escândalo nacional que envolveu vereadores de Santa Rita. Na oportunidade, João dizia que as diárias teriam que ser autorizadas por seu chefe de gabinete. Confira: https://jornaldaparaiba.com.br/politica/2019/11/08/apos-farra-de-vereadores-em-santa-rita-joao-endurece-regras-para-diarias-no-estado.

Paraiba News

Postar um comentário

0 Comentários